A imagem sobrevive sem os políticos, mas estes não sobrevivem sem a imagem.

politica
O profissional de RP pode seguir diversos ramos dentro da sua profissão, eu particularmente me identifico muito com as questões políticas, e como eu disse no post anterior, os bastidores são mais fascinantes para mim do que exercer uma função política.

A crise de imagem pessoal do candidato político não tem hora para acontecer, pois tanto pode ser uma crise de reputação, confiança ou credibilidade. Por isso cabe ao RP, enquanto profissional que busca a transparência e bom relacionamento entre o candidato e seus diversos públicos, estar preparado para agir de forma rápida e eficaz gerenciando da melhor maneira possível a comunicação entre o político e seus públicos, pois sua função é proteger e reconstituir a imagem do candidato sempre que for necessário.

O marketing político, de acordo com MANHANELLI (1988), tem como essência detectar as qualidades do candidato, direcionando estratégias no sentido de alcançar o eleitorado que mais se identifique com estas qualidades, e por outro lado, amenizar as deficiências que o candidato possua.

Hoje o crescente uso das tecnologias de informação vem tornando os eleitores mais exigentes e conscientes dos seus direitos e muito mais crítico. A internet vem se expandindo de forma definitiva e em grande velocidade e em relação aos eleitores, esses cada vez mais se incluem nesse mundo buscando estar atualizados para cobrarem dos seus políticos posturas e realizações.

Nesse cenário o Relações Públicas tem um importante papel na gestão do relacionamento, pois segundo SIMÔES (1995) “Relações Públicas são uma via de dupla mão e visão estabelecer e manter a compreensão mútua entre organização e seus diversos públicos.” Nesse caso entre o candidato e seus eleitores.

A internet é usada como uma ferramenta que tem retorno positivo se utilizada com criatividade pois qualquer site pode ser acessado em qualquer parte do mundo instantaneamente. Todos os usuários, são considerados iguais nesse momento pois são identificados da mesma forma, ou seja, através de um endereço de IP, que é um conjunto de números que representa o endereço de um site e buscam conteúdos distintos daí se dá a segmentação da internet.

Palestra de Carlos Manhanelli e Rubens Figueiredo no Intercom 2007
Vale a pena conferir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s